segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Notícia - Pequenos problemas de pele aos quais deve prestar muita atenção


Há pequenos problemas de pele que não passam disso mesmo, de pequenas complicações que acabam por desaparecer com o tempo. Mas existem também pequenos problemas de pele que, embora pareçam inofensivos, podem ser o indício de um problema mais grave.

É o que acontece com aquela borbulha com pus que não desaparece, nem mesmo quando é apertada vezes sem fim durante semanas. De acordo com a revista Prevention, estas ‘espinhas eternas’ podem ser, na verdade, um tipo de cancro de pele (o carcinoma) e aparecer em qualquer parte do corpo.

Ter os lábios gretados por mais de quatro semanas – e sem sinal de melhorias a curto prazo – pode ser também um sinal de cancro da pele, mais concretamente, de queilite actínica, uma lesão pré-maligna causada pela exposição solar. Também pré-maligna é a queratose actínica, uma doença causada pela ‘secura eterna’ da pele e que pode dar origem a manchas e pequenas lesões escamosas. A exposição solar é também uma causa.

E aquela zona do pescoço mais escura que até parece sujidade? Parece não ser nada de mais, mas pode ser um sinal de acantose nigricans, uma condição que afeta a pigmentação e que pode estar relacionada com a resistência à insulina ou à diabetes tipo 2.

A queda inesperada de pelos nas sobrancelhas e nas pestanas pode ser um indício de problemas de tiroide, enquanto as manchas escuras nas unhas que não desaparecem e não deixam a unha crescer podem indicar o crescimento e agravamento do hematoma, diz a publicação.

Informação retirada daqui

Sem comentários:

Mensagens populares

Recomendamos