Conteúdo - Acromegalia



A acromegalia resulta da produção excessiva de hormona do crescimento (GH) no adulto. Em 90% dos casos esse excesso de produção resulta de um adenoma (tumor) da hipófise funcionante.

Tem uma incidência de 3 novos casos por milhão de habitantes por ano. Os seus principais sintomas são o aumento das partes moles das mãos e dos pés (o que leva normalmente a que o doente se veja obrigado a alterar por exemplo o número de sapato que usa). Outros sintomas são alterações degenerativas articulares (artroses), síndrome do canal cárpico, pele espessa e oleosa, alterações da voz e ressonar (roncopatia).

O tratamento é habitualmente cirúrgico complementado ou não por terapêutica farmacológica ou radioterapia.

Informação retirada daqui

Comentários